2018 e a galera continua pirateando música…

O ano é 2018.

Um monte de opção prá você ouvir música por um preço ridiculamente baixo.

Spotify, Deezer, Apple Music, Tidal, Napster, Claro Música, Amazon Music

Mas a galera ainda continua a baixar música pirata.

Quinta passada a IFPI (International Federation of the Phonographic Industry, ou, Federação Internacional da Indústria Fonográfica) soltou seu relatório de consumo musical anual (baixe AQUI em inglês em pdf) e tá tudo lá.

Em média, 38% dos consumidores ainda baixam música pirata.

Um exemplo? O novo álbum do Drake, que foi o album mais tocado em todas as plataformas de streaming em todos os tempos:

-32% de todos os consumidores baixou fazendo “rip” da plataforma de streaming (programas específicos que baixam as músicas via link do Spotify, etc)

-23% usaram torrents prá baixar o album completo

-17% usaram o Google prá achar sites que tinham o álbum disponível.

Por outro lado, 86% dos consumidores usam plataformas de streaming e YouTube para ouvir música, sendo que dentro disso 28% pagam por assinaturas e 20% usam plataformas para ouvir gratuitamente.

Sabe quando isso vai se resolver? Se depender da cabeça dos ouvintes, nunca.

Mas se depender da indústria, quando conseguirmos um esquema de blockchain para cada uma das músicas lançadas. Assim teríamos um localizador único para cada uma das músicas, o que dificultaria a pirataria. Como se fossem álbums com prensagem limitada, onde o artista e a gravadora saberiam quem está ouvindo qual música em qual lugar.

E a pirataria não existiria ou diminuiria drasticamente, pois seria impossível remover esse código blockchain de cada uma das cópias e fonogramas originais.

Alguns projetos já começam a aparecer por aí como o VOISE.

Só rolaria pirataria se a pessoa gravasse dentro do seu próprio computador cada uma das músicas e criasse arquivos novos, sem a codificação.

Mas isso ainda demora.

Vamos acompanhar…

Tudo de bom,

Billy.

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.