Alanis Morissette – Havoc and Bright Lights

Olha só!

Como já dizia John Lennon, quem é vivo sempre aparece!!!

E Alanis Morisette veio com tudo dessa vez.

Parece que voltou meio às origens, apesar da pegada “dona de casa” que já faz um tempo que ela tem… hahahaha

Eu curti esse primeiro single, Guardian.

Se quiser ouvir o álbum inteiro, o Sonora tem AQUI

Eu ouvi o álbum inteiro.

Ele tá meio a meio. Meio coxinha, meio pauleira.

Tem uma música, Celebrity, que é bem tensa e nervosona.

Mas a seguinte, Empathy, é mega coxinha.

Aí a logo depois, Lens, já tem aquela pegada meio budista de alguns outros sucessos dela.

Não sei se ela tá querendo ver pra qual lado a carreira dela deve ir, pode ser.

Faz um disco misto, e pesa quais músicas foram mais sucesso. Aí parte pra elas.

Mas isso é arriscado.

Uma música fazer sucesso não é garantia de que aquele estilo vai fazer sucesso na época do lançamento do proximo trabalho. Mas tudo bem, pelo menos é uma guia.

O que vc acha dessa tática?

Tudo de bom,

Billy.

 

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.