Gemini – CTRL-ONE e Virtual DJ

July 28, 2011 Especial  2 comments

2011-03-18-200657CTRLONE-Topfront

Sim, eu tenho uma CTRL-ONE da Gemini.

Como eu disse neste post AQUI, tem que largar a mão de pensar que “antigamente que era legal, virar com vinil era muito melhor“. Não, não era.

Era e é extremamente legal, divertido, desafiador e saudosista (começei assim e tenho saudade da época do “DJ garoto, DJ moleque“), mas não era “legal” virar no vinil.

Ainda mais num evento grande, cheio de gente, onde a pista tinha que ficar sempre cheia.

Cansava. E muito. Muitas preocupações para pouco resultado.

E depois de tudo ainda tinha que carregar aquele case gigante de vinil de um lado pro outro…

A tecnologia está aí prá ser usada.

E nada melhor do que poder facilitar nossa vida com essas controladoras MIDI que tem a rodo no mercado.

Não só a gente deixa a cabeça mais leve prá pensar em coisas mais legais num set, como também a gente deixa nosso case mais leve prá poder ir de um lado para outro mais rápido e com mais praticidade.

Tipo, agora não preciso mais me preocupar com a virada, se ela tá no tempo, etc. O que eu tenho que me preocupar agora é com o que mais eu posso fazer prá que a balada fique cada vez mais legal e que o povo dance cada vez mais.

No fundo no fundo, quem tá na balada tá lá prá dançar. Quem tá prá criticar e assistir performance de DJ são os outros DJs…

Bom, vamos falar especificamente da CTRL-ONE, que o pessoal da Equipo deixou aqui na minha mão prá teste.

Primeiro de tudo um breve unboxing da menina:

Inception. Uma caixa dentro de outra caixa...

Tudo lacrado

Olha ela aí, presa no isopor.

Out of the box

Controladora, cabos, CD do software, manual e garantia em mãos...

E aí é só ligar.

E nem precisa de tomada. A CTRL-ONE é alimentada por USB mesmo.

Fiz o seguinte, montei o set mais simples do mundo.

Peguei o laptop mais velho que tenho na casa (um MacBook de 2006), fiz uma cópia do meu HD externo firewire num HD externo USB e pronto.

O set teoricamente está montado.

Aí é só instalar o Virtual DJ e pronto.

2 decks e acesso total aos seus mp3

Logo que abri o programa ele me perguntou qual seria a saída de áudio que eu queria usar.

Coloquei a saída do computador mesmo, mas se você quiser usar uma interface externa é só instalar e colocar na lista do Virtual DJ.

Isso é um ponto.

Se você já usa o Virtual DJ prá fazer suas mixagens usando o mouse e o teclado do computador, a CTRL-ONE é feita prá você.

Todos os comandos que vc precisa usar estão nela. Master Volume, faders, play, pause, cue (3 cue points), EQ, efeitos, sampler e tudo mais.

Não precisa mais ficar clicando com o mouse no software.

E o software é 100% intuitivo. A janela de baixo te mostra todos seus mp3. Todos. Não precisa scanear antes nem nada. Já é automático.

Aí é só dar o load no botão da CTRL-ONE, subir o fader e dar play.

Pronto, a festa começou.

Uma coisa que eu, que não estou acostumado com o programa nem com a controladora, sofri um pouco.

Criar os CUE Points.

Deve ter um fine tuning do software que deixe os CUE points bem certinho onde eles devem estar. E se você quer fazer isso on-the-go, durante seu set, é meio chato. Bom mesmo é preparar tudo antes de tocar. Aí não sofre na hora da virada.

Outra coisa que sofri e não sabia o que estava acontecendo era que logo no começo do set o som baixava de repente.

Eu, espaçoso e “cheio de braços” que sou, esbarrava no Master Volume e o som sumia. hahahaha. Só depois vi que tinha o Master Volume no canto superior direito. Aí não passei o braço lá por perto e tudo deu certo.

Em resumo:

Prós.

É uma excelente controladora, leve, compacta, cabe em qualquer lugar, funciona em qualquer computador. É só espetar o USB.

Não precisa de cabo de força.

Facilita MUITO o controle do Virtual DJ.

Pode ser usada com outros softwares tipo o Serato.

Contra:

Não vem com interface de áudio, se você quiser ouvir em CUE a música que vc vai tocar, tem que comprar uma interface separada.

A que tem interface integrada e é igual à CTRL-ONE é a CTRL-SIX.

traseira da CTRL-ONE

traseira da CTRL-SIX

O mundo está mudando e muito rápido.

O que era fácil torna-se cada vez mais fácil e portátil. O DJ de computador chegou prá ficar, quer você queira ou não.

Se hoje eu posso criar muito mais usando um software e uma controladora, prá quê que eu vou ficar sofrendo com vinil e afins ?

Lógico, mais uma vez, que é legal e muito bom você saber mixar vinil, CD, etc, etc.

Mas cada dia mais a realidade é outra. E a CTRL-ONE é uma excelente porta de entrada prá esse mundo maravilhoso.

Não estou aqui desmerecendo quem usa vinil ou CD. Seria burro da minha parte, até porque eu sou um cara que veio dessas mídias.

Só que o que importa hoje em dia e cada vez mais é o conhecimento musical que você tem. Mixar, hoje em dia, todo mundo mixa.

Tudo de bom,

Billy

2 comments to Gemini – CTRL-ONE e Virtual DJ

  • Diogo  says:

    Hey, estou a pensar seriamente em comprar a CTRL-ONE, até porque estou a começar. Só gostaria era de saber o seguinte (e peço desculpa por tão estúpida que a pergunta possa ser):

    – Esta mesa permite fazer pré-escuta?
    – è compatível também com Traktor?

    Desde já obrigado pela atenção.

    Abraço

  • [...] AQUI, AQUI, AQUI, AQUI, AQUI, AQUI e AQUI [...]

Leave a reply

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>