Spotify e Pacemaker – O começo do futuro

Já comentei AQUI,

AQUI,

AQUI,

e AQUI

Sobre esse lance de usar iPad pra tocar ou produzir música.

spotify_ipad_2

Sempre fui muito cético com relação à usabilidade e principalmente à qualidade final do produto criado lá dentro.

Mas aos poucos a tecnologia evolui, e consequentemente o que a gente faz com ela melhora.

E uma boa melhora, que aponta para um futuro promissor, é essa aqui do Pacemaker com o Spotify.

O Pacemaker começou como um hardware que “iria revolucionar seu modo de tocar como DJ”.

Pacemaker_pocket_dj_system

Sim, era esse trocinho aí em cima, com poucos botões e uma usabilidade extremamente simples, sem muitos recursos.

Mas que resolveria sua vida em algum momento de pouco espaço/tempo para tocar alguma coisa.

Um quebra-galho de luxo, que pararam de fabricar. Sem mais explicações, mas que também não faz falta nenhuma…

Aí eles evoluiram para criar um app pro iPad e justamente melhorar essa usabilidade.

E como melhoraram ?

Deram um jeito de usar as músicas disponíveis no Spotify para o app funcionar.

Sim.

Aqueles milhões de músicas do Spotify finalmente estão disponíveis para você usar num aplicativo para DJs.

SpotifyPace1

Mas não fique tão eufórico assim. Isso é algo inovador, obviamente, mas ainda é um pequeno passo para o que em breve poderemos ter.

Vejam o promo deles. Bobinho, mas divertido.

Explico:

O lance aqui é justamente poder usar todo o acervo do Spotify pra tocar.

Já pensou ?

Nunca mais ter que carregar CD, vinil, HD, cabos, etc ?

Ter todas as músicas DO MUNDO disponíveis a um search de distância ?

Sim, isso é possível com esse Pacemaker.

Só que vamos aos prós e contras disso aí.

_____________________________

Prós

-Todas as músicas do Spotify disponíveis.

-Interface simples.

-Gratuito.

_____________________________

Contras (e aí são muitos, porém mostram um caminho a ser trilhado)

-O app gratuito vem com os features básicos de Play/Pause, ajuste de velocidade, EQ e mix. Se quiser qualquer outra coisa como controle de Reverb, efeitos em geral, loop, etc, tem que comprar. Um por um por US$ 1,99. Ou todos por um preço mais “camarada” de US$ 10.

Eis a versão standard do app:

PacemakerSimples

E mais essa imagem aqui

PacemakerOutra

-Mais uma vez existe a opção de “split output”. Ou seja, um canal (o Left) sai pras caixas de som e um canal (Right) vai pro fone. Tem cabinho pra isso. Mas o som final é mono. Nhé…

Nesse post AQUI eu explico mais sobre o assunto.

Ainda não testei com aquele lance de usar o iPhone como seu CUE (sim, existe um app que cria isso) e nem sei se funciona nesse caso. Se funcionar, menos mal. Mas aí vem a necessidade de vc ter um iPad e um iPhone.

PacemakerSplity

-A necessidade de ter uma assinatura Premium do Spotify. Até aí tudo bem, se você já usa e assina. Acho válido. Mais barato do que comprar um CD por mês… mas é um fator de “contra”.

-Não conseguimos marcar CUE points nem começar a música de um ponto diferente. O app analisa automaticamente a música, e o primeiro som é o “marco zero” da música. Independente de ser no tempo correto ou não. Ou seja, pra fazer uma virada minimamente decente vc tem que dar a sorte de achar duas músicas que comecem na cabeça do tempo. Senão vira zona, mixa tudo errado. E não tem como corrigir.

_____________________________

Resumindo, é um brinquedo BEM legal, e é um caminho para o futuro. Mas não é a salvação da sua vida.

Pelo que pude pesquisar por aí, o povo de tecnologia do Spotify está envolvido nisso também, o que nos leva a acreditar que em breve outras plataformas como o Serato e o Traktor começem a usar o mesmo sistema.

E ainda tem muito chão pela frente, como efetivamente marcar CUE points e acertar as marcações de tempo manualmente, entre outras facilidades que temos com outros softwares e com músicas dos nossos HDs/pen drives.

Espero realmente que em breve possamos usar toda essa discoteca do Spotify pra tocar em qualquer lugar.

Vamos acompanhar…

O que vc acha disso tudo ?

É um futuro mesmo ou vai ser só isso ?

Você assinaria o Spotify caso pudesse integrar toda a discoteca deles dentro do seu software de DJ favorito ?

Você mudaria de software de DJ só porque o Spotify está disponível em outro que não o que vc usa ?

Para saber mais sobre o Pacemaker é só clicar AQUI

E para saber mais sobre o Spotify é só clicar AQUI

Tudo de bom,

Billy.

 

 

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.