03/06/2011

Audio 3D ou Binaural – o que é e como funciona.

Por admin

Antes de mais nada, você deve colocar seu fone de ouvido…

Vamos lá ?

Mais um post cheio de tecnicidades prá tentar explicar prá vocês como funciona o Audio 3D, também conhecido como binaural ou Spatial Audio.

O Áudio 3D não é nada mais do que uma emulação de um ambiente .

Nós, os humanos e também a maioria dos animais, só sobrevivemos aos grandes predadores porque tinhamos/temos dois olhos e dois ouvidos.

Um olho e um ouvido só não adiantariam nada.

É a mistura das duas informações que recebemos distintamente em cada olho e em cada ouvido que nos dá a noção de distância e espacialidade que estamos acostumados.

Se tivéssemos só um olho, não enxergaríamos em 3D.

Se tivéssemos só um ouvido, não ouviríamos em 3D.

Assim, os grandes predadores do passado acabariam com a raça humana em pouco tempo…já que a gente não saberia de que lado eles vinham prá nos atacar…

Bom, essa é a idéia por trás do Audio 3D ou binaural ou Spatial Audio.

Distância x tempo

O ouvido, neste tipo de gravação e entrega, capta e devolve não só a localização de um áudio num espectro de 360 graus, como em qualquer som estéreo.

Capta também a distância que ele está do ouvido.

Como temos uma cabeça entre nossos dois ouvidos, conseguimos distinguir de onde vem o som pela microdiferença entre a captação de um ouvido e de outro.

Isso é chamado de HRTF – Head Related Transfer Function, ou, em português – Função de Transferência Relacionada à Cabeca. Essa distância entre os ouvidos tem esse nome técnico justamente por isso. O cérebro consegue receber a informação sobre a distância e posicionamento do som e nos dar a exata localização de onde ele vem.

Um Audio 3D famoso é o “virtual barber shop“.

Aliás foi uma febre na época que foi lançado.

Os caras usaram justamente uma captação binaural. Dois microfones separados por uma “cabeça” de espuma, para poder emular o que vc ouve de verdade na gravação.

Isso lá em 2007. Hoje muito mudou, e você pode ter uma idéia do que está acontecendo ao acompanhar essa Tag aqui do meu blog.

Ou também essa aqui.

Nós do Estúdio Mellancia também fazemos Audio 3D lá nos idos do antigamente também.

Um dos primeiros que fizemos, para testar toda a microfonação, produção, mixagem e finalização, foi este aqui, o Testando, com roteiro da @rosana.

Feche os olhos e divirta-se!

Depois fizemos mais um monte de jobs em binaural, nesse mesmo esquema de gravar com a cabeça e os microfones, e entregamos também um Audio 3D muito bacana para a Pferd, empresa que faz equipamentos para indústria pesada, como esmeril, disco de desbaste de ferro e outros produtos nessa linha.

A idéia era mostrar a diferença entre os discos de desbaste Pferd em relação aos discos comuns. A vibração do esmeril, o barulho gerado, a quantidade de resíduo criada, tudo está lá no Áudio 3D.

Então, feche os olhos mais uma vez, e divirta-se!

Se quiser entender mais ainda sobre Áudio 3D, leia este belo post do Professor Dulcídio, o @dulcidio no Física na Veia do UOL.

E também se quiser ouvir um disco inteiro em binaural, tem o Pearl Jam com, obviamente, Binaural.

E se você se pergunta porque eu pedi prá colocar o fone de ouvido lá no começo do post, a explicação é simples. Se colocarmos em caixas de som comum não teremos o mesmo efeito. As caixas precisariam estar milimetricamente ajustadas em paralelo para que a gente percebesse o som. Fora que o ambiente onde você ouviria o Audio 3D também influenciaria no som que viria das caixas. Melhor coisa, ou melhor, a única coisa a fazer é colocar os fones de ouvido mesmo…

Tudo de bom,

Billy.