Review – Toca-discos Audio-Technica AT-LP-120 USB

Olha que bacana.

Tive o prazer de ter uma dessas em mãos essa semana para fazer review.

E achei sensacional.

Um equipamento de primeiríssima linha, que com certeza não deixa absolutamente nada a desejar para as antigas MKII que sairam de fabricação.

Muito pelo contrário.

Funciona tão bem quanto, e ainda tem outros features que as MK não tinham.

E o preço é bem legal, confira AQUI

CapaTdiscos

A Audio-Technica Corporation é uma empresa japonesa de áudio. Produz microfones, fones e mais uma série de equipamentos.

Prá quem é mais “antigo”, a Audio-Technica foi a criadora do Mister Disc nos anos 80. Lembra ?

Um toca-discos portátil ?

MisterDisc

Fez sucesso na época.

Muito.

Bom, mas o que importa é que é uma empresa que acima de tudo preza pela qualidade de seus produtos.

Quando a gente ouve falar de toca-discos que vieram para “assumir a lacuna deixada” pelas Technics MKII a gente sempre fica meio ressabiado.

Muita empresa tentou, mas nenhuma, ou quase nenhuma agora, conseguiu.

Uma série de fatores que faziam das Technics o que elas são até hoje faltavam nos outros equipamentos.

Aí o pessoal da ProShows, que traz Audio-Technica para o Brasil, me mandou uma delas pra testar.

Vamos à minha experiência então.

____________________________________________

Primeiro passo – Unboxing

Assistam ao vídeo e vejam tudo que vem na caixa.

Legal aqui é a preocupação em facilitar a operação de tudo que o toca-discos oferece.

Tem conexão USB ? Tá aqui um cabo longo o suficiente e um CD com o software de edição pra começar.

Não tem um receiver decente em casa e só tem umas caixinhas de som legais ? Tá aqui a conexão para um plug menor.

Tem um receiver mega top mas que não tem entrada PHONO ? Tem uma chavinha (explico no video 3) pra resolver isso.

Ou seja, eles pensaram nas possibilidades de uso além do uso profissional em baladas.

Fora que vem tudo embaladinho sem a menor chance de quebrar.

E outra coisa.

Ao pegar no equipamento, você percebe que ele é feito pra aguentar porrada.

Pesado, sólido, bacana. Poucas partes de plástico. E isso é importante no longo prazo.

_________________________________

Segundo passo – Montagem

Assistam ao vídeo.

Se você não é “rato de manual” como eu, a montagem é extremamente lógica.

Só tem que prestar atenção na regulagem do peso do braço.

Isso é muito importante para não danificar sua agulha e ter uma experiência bacana ao tocar.

E isso tá lá explicadinho no manual.

Mas se você é um DJ que já usava outro equipamento, essa regulagem é simples.

Seguindo…

________________________________

Terceiro passo – Teste

Agora testando efetivamente o equipamento.

Assistam.

Aí sim!

É nesse momento que a gente percebe que essa Audio-Technica não deve absolutamente NADA às Technics.

Mesmo.

Pode me xingar, dizer que eu sou um herege, que não sou DJ de toca-discos…

Pode dizer tudo isso. Mas minha experiência com a Audio-Technica foi excelente.

Fazia tempo que eu não pegava um equipamento sólido, confiável e de resposta imediata.

Não sou DJ de performance nem de scratch, mas comecei usando toca-discos, toquei em muita festa com eles, e essa Audio-Technica me levou lá pro começo dos anos 90.

Ah, outra coisa. No video eu falo que não rola a “desligadinha”. Mas rola sim.

Como me corrigiram lá no YouTube, é só colocar a saída em PHONO. O que faz todo o sentido, já que a amplificação do sinal fica por conta do mixer. Ou seja, tudo que eu mandar pra lá, inclusive a desligadinha, aparece.

Simples assim.

photo(2)

__________________________

Resumindo.

É um equipamento excelente. Não deve nada, muito pelo contrário, às antigas Technics e tem tudo pra se tornar uma alternativa 100% viável não só de qualidade como de preço para reposição dos seus toca-discos.

Assistência técnica brasileira 100% funcional, com peças de reposição fáceis e rápidas de encontrar.

Já vi no Mercado Livre por R$1.700, mas a média de preço em SP de uma delas é de R$ 2.000,00.

Vale a compra.

Tudo de bom,

Billy.

 

 

 

 

 

107 Replies to “Review – Toca-discos Audio-Technica AT-LP-120 USB”

  1. Olá, Maestro Billy. Li seu review. Muito bom! Parabéns!
    Estou bem convencido a trazer um desses dos states. O que eu precisava saber é quais aparelhos ainda preciso providenciar. Não sou DJ. Meu objetivo é ter o aparelho pra uso doméstico mesmo, em uma sala de uns 50m2. Não quero muita potência e sim qualidade de som. Vc tem alguma recomendação? Amplificadores? Caixas? Vlw!

  2. Oi Marcos,
    Legal que vc gostou do review.
    Então, para o toca discos funcionar vc precisa de um receiver que tenha pelo menos uma entrada Line (se tiver Phono, melhor) disponível.
    Aqueles de Home Teather geralmente tem sobrando umas entradas de audio Line.

    Agora para o espaço de 50m2 eu não faço idéia. Não sei medir espaços e determinar qual potencia de caixas vc precisa. Mas acredito que qualquer loja de som especializada pode te ajudar nisso.

    abraços

  3. Olá Billy, Achei muito bom seu review, mas fiquei com uma duvida, estava pensando em pegar esse toca disco mas para uso domestico, na verdade seria apenas para reprodução de discos, sem intenção de discotecar, mesmo para esse fim você indica esse equipamento ou tem outro que pode me indicar?

    Muito obrigado e parabéns pelo trabalho.

  4. Oi Diego,

    Esse toca-discos é excelente, mas pode ser superdimensionado para o que vc quer.
    De repente algum mais barato, mas ainda com qualidade, pode ser uma boa.
    Procure por Vestax, Numark, Pioneer ou Denon.
    Se vc for de SP, a Casa dos Toca Discos pode ser um bom referencial para sua compra.
    http://www.casadostocadiscos.com.br/

    Abraços

  5. Ferdynando Menezes says: Responder

    Ola colega preciso de peça para reposição para o braço onde posso encontrar.
    Atenciosamente

  6. Oi Ferdynando,
    Provavelmente na Casa dos Toca Discos.
    http://www.casadostocadiscos.com.br

    Abraços

  7. renato klemps says: Responder

    maestro billy, tudo joia vc ja testou a plx 500 da pioneer

    1. Oi Renato.
      Tudo blz aí?
      Cara, ainda não tive a oportunidade. Mas vou dar uma olhada nela prá saber o que tem de legal.
      Valeu!

  8. Maestro, qual sua avaliação do audio technica lp60? A intenção é o uso doméstico, por isso talvez o lp120 seja muito custo para pouco benefício. O que acha?

  9. Oi Marcelo.
    As duas grandes diferenças entre a 60 e a 120 são:
    -A 60 não tem saída USB, caso você queira conectar o toca-discos direto no computador e gravar alguma musica de algum album raro.
    -A 60 usa belt-drive ao invés de direct-drive. Isso é bem importante para quem é profissional. Usar belt-drive num setup profissional é um horror. Mas para uso caseiro funciona, a maioria dos toca-discos não-profissionais usam o belt-drive (que é um motor fora do centro do toca-discos, que faz girar o prato através de roldanas conectadas por bandas de silicone ou borracha (explicando porcamente)).
    Mas uso caseiro acho que é uma boa, só veja esse lance da USB. Se for algo importante repense a compra.
    Abraços

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.