04/01/2012

A medida do Sucesso – Michel Teló

Por

Sucesso só é sucesso quando um moooonte de gente gosta.

E um mooooonte de gente odeia.

Não tenho aqui procuração de ninguém para defender nada, mas vamos pensar e avaliar um pouco o sucesso do Michel Teló e toda essa confusão de love/hate que criou o “Ai se eu te pego”.

Sim, sou amigo dele e de todo mundo que trabalha com ele, mas poderia simplesmente ficar na minha.

Só acho que temos que entender o porquê das coisas serem como são.

Há aproximadamente um ano e meio atrás eu já cantei a bola de que ele seria sucesso nacional, que transcenderia o já sucesso na região do Sertanejo Universitário para o grande público com a “Fugidinha”.

Confiram, prá não dizer que estou louco ou “me achando”, neste link AQUI.

Razões do sucesso:

Primeiro de tudo qualidade.

Sim, qualidade.

O produto musical do Michel Teló é muito bem feito. É muito bem arranjado, bem cantado, com bons instrumentistas e com uma excelente produção.

É acima da média para o Sertanejo Universitário.

Tem toques de forró, toques de guarânia, tem um monte de referências que os outros “concorrentes” não tem.

Isso já é um diferencial que já coloca o Michel Teló à frente da concorrência.

Não tô aqui comparando uma “Nossa, nossa, assim você me mata” com um “é pau, é pedra, é o fim do caminho”.

Aquele papo de que o Teló representa a música nacional é verdade. Mas assim como ele, temos mais um monte de gente que também representa. Ivan Lins, Tom Jobim, Villa Lobos, Neguinho da Beija-Flor, Mr Catra, Chico Buarque, Caetano Veloso, Tati Quebra-Barraco, Chitãozinho e Xororó, Gilberto Gil, Ivete Sangalo, Toquinho, Latino, Maria Gadú, Adriana Calcanhoto, Nando Reis, Titãs, Banda Calypso, The Fevers, Roupa Nova, Guilherme Arantes, É o Tchan!, Roberto Carlos, Nelson Ned, Belo, etc, etc, etc, etc, etc, etc.

A lista é gigante. Todos tem uma participação nisso.

Segundo quesito, trabalho.

Tudo que é feito pelo Michel Teló conta com uma equipe gigante por trás. Desde o empresário, passando pelo road manager, pelos músicos que o acompanham, pelo pessoal do escritório, do RP, da SomLivre (gravadora dele), etc, etc, etc. Todos tem um único foco. Fazer a carreira dele deslanchar.

E isso vem desde os tempos do Grupo Tradição.

Que é o terceiro quesito, a história.

O cara faz isso desde 1995. Não está aí por acaso. Conhece o caminho das pedras e já roeu muito osso, mas o que se vê são só os filés…

O quarto quesito é o entendimento do mercado atual.

Muita coisa mudou desde que a Madonna ou o Michael Jackson faziam sucesso, eram mega-pop-stars. Sem comparar Madonna ou MJ com o Teló, por favor.

Hoje em dia, com a internet, existe pouco espaço para esse tipo de artista, aquele que ultrapassa toda e qualquer barreira social e cultural. Isso acontecia por pura falta de opção da época. Só tinhamos aquilo para idolatrar.

Não tô aqui desmerecendo o trabalho da Madonna nem do MJ, não sou burro a este nível…

Só tô dizendo que antigamente era tudo mais fácil para que isso acontecesse. As gravadoras tinham dinheiro e retorno do dinheiro com venda de CDs e afins, as rádios só tocavam os artistas que as gravadoras mandavam, só quem tinha muita grana fazia shows e turnês gigantes.

Ou seja, dinheiro chamava dinheiro.

Hoje em dia mudou. Um cara é sucesso na internet para milhões de pessoas enquanto outros milhões nunca ouviram falar dele…

Veja o site do Teló. Ele entendeu como funciona hoje em dia. Ganhar dinheiro com venda de CD? Passado.

Tá tudo lá disponível para baixar. Pode acessar.

www.micheltelo.com.br

Aproveita que vc vai lá e vê a Agenda de Shows do cara. Aí sim tá o dinheiro, e a divulgação.

Um aparte aqui…

_____________________________________________________

Reza a lenda que a Banda Calypso faz o seguinte para ganhar dinheiro e divulgar seu trabalho:

Como eles que bancam os próprios CDs e DVDs, um mês antes de qualquer show em qualquer cidade, eles passam distribuindo CDs e DVDs para os camelôs locais. Grátis.

Camelô da porta da rodoviária, do centro da cidade, das ruas de movimento.

Os camelôs vendem a preços mais baixos, mas vendem MUITO.

Isso chama público para o show.

E é aí que eles ganham dinheiro. E mais público, porque o show deles é beeeem melhor que a média do mercado deles…

(Mais uma. O Ximbinha já foi considerado um dos 10 melhores guitarristas do Brasil. Durma vc e seu preconceito com essa…. Duvida? Clique AQUI e AQUI)

___________________________________________________

Resumindo. Michel Teló é sucesso porque a música é bem feita, gruda no ouvido, porque ele é um bom cantor, bom performer, o mercado precisa de artistas/músicas como essa, e um trabalho bem feito culmina com um resultado excelente.

E, prá quebrar ainda mais, no mundo todo.

Ah, e se você discorda disso, acho ótimo. É só assim que a gente consegue ver um outro lado ou valorizar outras coisas.

Quer alguns exemplos ?

O Imperador Joseph II, mecenas de Mozart, disse que As Bodas de Fígaro tinha muitas notas…

Quando a Nona Sinfonia de Beethoven foi lançada em Londres, os críticos escreveram algo como “elegancia, pureza e medida estão gradualmente sendo substituídos por um novo, frívolo e pomposo estilo desses “talentos” superficiais de nosso tempo“.

Quando U2 lançou Joshua Tree um dos reviews da época disse “Quantas vezes conseguirei ouvir “With or Without You” até perceber que estou arrancando os globos dos meus olhos com um garfo?

E prá fechar vejam o que a Newsweek disse da chegada dos Beatles à América, em 24 de Fevereiro de 1964.

“Visualmente eles são um pesadelo. Beatniks dandificados com roupas ridículos e cabelos de tigela. Musicalmente são quase um desastre. Guitarras e bateria se estapeando num ritmo sem perdão que se confunde com ritmos secundários, harmonias e melodias. Suas letras (pontuadas com gritinhos de “Yeah, yeah, yeah”) são uma catástrofe, um arremedo de sentimentos românticos de cartões de Dia dos Namorados”

Tudo de bom, parabéns ao Teló pelo excelente trabalho.

Billy.

PS_Só pra constar, a letra da música é da Sharon, a.k.a. Dança do Quadrado… lembram ?

PS2_ Se você ainda não conhece a música, toma !