10/11/2015

Como o Virtual pode resolver um problema do mundo real?

Por

Semana passada estive em Amsterdam para o Dutch VR Days, evento de Realidade Virtual organizado via Meetup.

Muita informação legal, e muita gente já criando Experiências Virtuais há muito tempo.

Como é o caso do Museu Anne Frank, um dos pontos turísticos mais visitados da Holanda.

O museu, como todo mundo sabe, é na casa onde a família Frank se escondeu durante a Segunda Guerra, então é pequeno, cheio de escadas e não-acessível para pessoas com mobilidade reduzida.

O que eles faziam antes da RV? Colocavam a pessoa com mobilidade reduzida num restaurante, tomando um café ou algo assim, enquanto a família ou amigos passeavam pelo museu.

Agora esta pessoa pode “passear” pelo sótão-esconderijo virtualmente.

https://www.youtube.com/watch?v=GTpXf5Np3Pw

Esse vídeo acima é só pra mostrar os cômodos, o passeio virtual é feito em filme, com um guia contando a história toda, e, mais legal de tudo, sem ninguém atrás de você lhe empurrando pra sair da frente e a “fila andar”.

Segundo Tom Brink, diretor do museu, eles pretendem melhorar ainda mais o projeto, tornar mais interativo e mais completo. Inclusive disponibilizar online para quem quiser baixar e assistir em casa.

Durante a semana posto mais sobre o evento.

Tudo de bom,

Billy.